Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COMUNICAR E ENVOLVER - Oficina de comunicação livre e global

As notícias. os factos e as opiniões, nacionais e internacionais, nas mais diversas áreas, com gestão de António Veríssimo. Para se sentir sempre informado.

COMUNICAR E ENVOLVER - Oficina de comunicação livre e global

As notícias. os factos e as opiniões, nacionais e internacionais, nas mais diversas áreas, com gestão de António Veríssimo. Para se sentir sempre informado.

17/05/18

LIVRE DEFENDE UMA AUDIÇÃO PÚBLICA EM PLENÁRIO PARA MARK ZUCKERBERG

No seguimento do escândalo Facebook+Cambridge Analytica, e já depois de ter sido ouvido no Congresso dos Estados Unidos, Mark Zuckerberg virá na próxima semana a uma audição no Parlamento Europeu.

Como referiu Antonio Tajani, presidente do Parlamento Europeu, o Facebook é uma empresa registada na Irlanda – um estado-membro – e deve cumprir a lei europeia. Está obrigada a um conjunto de regras, procedimentos, que se querem mais transparentes, e ao controlo por parte dos órgãos eleitos da UE em representação dos seus cidadãos.

Não entendemos, por isso, que a audição do fundador e CEO do Facebook seja restrita aos líderes dos oito grupos parlamentares europeus e à Comissão das Liberdades Cívicas, Justiça e Assuntos Interno.

Defendemos que a audição prevista para a próxima semana a Mark Zuckerberg no Parlamento Europeu seja realizada em plenário, aberta a todos os eurodeputados – eleitos em representação dos cidadãos europeus, e num formato aberto e acessível a todos os cidadãos. Isto é essencial para o caráter universal da democracia na UE. Lembramos que a audição realizada no Congresso Norte-Americano nos dias 11 e 12 de abril foi transmitida e divulgada por todo o mundo.

A privacidade como direito consagrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos tem que ser protegida.

O LIVRE defende por isso regras que garantam transparência e clareza na forma como as plataformas online recolhem, processam, guardam e usam os dados dos seus utilizadores e de terceiros. Defendemos também a regulamentação de novos processos tecnológicos e exigimos um debate profundo sobre a internet que queremos ter e na qual os cidadãos europeus querem participar.

Consideramos que a Europa é o espaço privilegiado para tomar a dianteira desta discussão e assim estabelecer os standards e as regras que devem reger a internet e a partilha de informação.

 LIVRE

Mark-Zuckerberg-Facebook-768x510.jpg

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.