Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COMUNICAR E ENVOLVER - Oficina de comunicação livre e global

As notícias. os factos e as opiniões, nacionais e internacionais, nas mais diversas áreas, com gestão de António Veríssimo. Para se sentir sempre informado.

COMUNICAR E ENVOLVER - Oficina de comunicação livre e global

As notícias. os factos e as opiniões, nacionais e internacionais, nas mais diversas áreas, com gestão de António Veríssimo. Para se sentir sempre informado.

Para aumentar a reciclagem, vai poder trocar os plásticos por senhas de supermercado

Junho 08, 2018

antónio veríssimo

O Governo apresentou ontem um conjunto de medidas para aumentar a reciclagem de plásticos. Entre estas medidas está a possibilidade da entrega dos plásticos nos supermercados e ver o peso desses resíduos convertido em senhas para usar nessa superfície comercial.

A entrega de plásticos em troca de vales de compras pode entrar em vigor já no próximo ano, primeiro nas grandes superfícies, depois nas estações de serviço e nas áreas de restauração das grandes superfícies, segundo o Jornal de Negócios.

Se esta medida não surtir o efeito desejado, poderão ser implementadas taras (taxas de retorno) para as garrafas de plástico de águas e refrigerantes para que os consumidores sejam incentivados a devolver as garrafas, à semelhança do que acontece com as garrafas de vidro com tara, noticia o Jornal de Notícias. Esta é uma medida defendida pelo Bloco de Esquerda e pelo PAN, mas o Governo não a deseja implementar para já.

As medidas também passam por campanhas de educação ambiental junto dos consumidores e por acordos com os produtores, distribuidores e restauração. A ideia é que se reduza o consumo de garrafas de plástico, voltando a usar garrafas de vidro nos restaurantes ou substituindo as garrafas de plástico nos congresso por jarros de água e copos de vidro, mas também que se aumente a recolha dos plásticos utilizados.

Outra medida passa por alargar a recolha porta a porta feita pelos municípios, não só para os plásticos, mas também para os biorresíduos, como resíduos alimentares e dos jardins. Esta medida, no entanto, não será aplicada da mesma forma em todo o país. O secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, também gostaria de ver implementada outra ideia: que a garrafa, a tampa e o rótulo fossem feitos do mesmo material para simplificar o tratamento dos resíduos.

OBSERVADOR

PLÁSTICOS.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D